Assinatura RSS

As dimensões subjetivas da política: cultura política e antropologia da política

As dimensões subjetivas da política: cultura política e antropologia da política 

Autor(es): Karina Kuschnir; Leandro Piquet Carneiro

O artigo discute o desenvolvimento do conceito de cultura política na ciência política e na antropologia, apresentando-o como o conjunto de atitudes, crenças e sentimentos que dão ordem e significado a processos políticos diversos. São discutidos os fundamentos teóricos do conceito de cultura política, segundo o qual as respostas a situações de interação social se dão através de orientações mediadas pela avaliação subjetiva que o ator faz dessas situações. A origem do conceito de cultura política é atribuída ao trabalho de Almond e Verba, The civic culture, que por sua vez inspirou-se, em certa medida, nos estudos antropológicos da escola de Cultura e Personalidade. Os estudos de cultura política têm passado por uma renovação teórica e metodológica importante, que significou uma mudança de objeto político. Os estudos recentes sobre cultura política privilegiam a análise das condições que afetam o desempenho das instituições públicas e a maior ou menor eficiência no atendimento ao interesse público. O desenvolvimento metodológico pode ser resumido como uma tentativa de utilizar diversos conjuntos de dados (surveys, etnografias, estudos históricos etc.) com o objetivo de estimar os fatores que afetam a performance das instituições políticas.

Palavra – Chaves: Antropologia;Cultura;Instituições políticas

OBS: Quem quiser este artigo mande um e-mail para: wesleydenis@yahoo.com.br

Frases para depois do artigo

 

O cientista não é o homem que fornece as verdadeiras respostas; é quem faz as verdadeiras perguntas. – Claude Lévi-Strauss

Sobre Denis Wesley

Pode invadir ou chegar com delicadeza Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir... Não grite comigo, eu tenho o péssimo hábito de revidar... Tenha vida própria, me faça sentir saudades... Conte umas coisas que me façam rir... Acredite nas verdades que digo e nas mentiras, elas serão raras, mas sempre por uma boa causa... Respeite meu choro... Deixe-me sozinho, só volte quando eu chamar, e não me obedeça sempre é que eu também gosto de ser contrariado... Invente um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o inverta as vezes... Então: Sou Denis Wesley, muito prazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 621 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: